País registrou 1,5 milhão de novos microempresários

Dados divulgados no Indicador Serasa Experian de Nascimentos de Empresas mostram que entre janeiro e outubro surgiram no país 1,5 milhão de microempreendedores individuais, conhecidos como MEI. O valor corresponde a 78,6% do total de empresas abertas no Brasil no período e registra os maiores números já obtidos para os 10 primeiros meses desde o início da pesquisa, em 2010.
Em comparação com o ano passado, o número de novos MEIs é 11,7% maior. Em 2016, foram 1.344.539 novas empresas do segmento.
Recordes
De acordo com a Serasa Experian, em outubro foram criadas 181,6 mil companhias, sendo que 142,6 mil eram microempreendedores individuais, um recorde para o mês.
Na pesquisa, a consultoria indica que a criação de MEIs é “robusta”, apesar de a economia formal ter começado a dar indícios de recuperação.
Setores
Quem decide criar uma empresa parte, em sua maioria, para o setor de serviços. No período, ele correspondeu a 63,2% do total, seguido por empresas comerciais, com 28,6% do total, e industrial com 7,8%.
Regiões
Considerando as regiões do país, o maior número de novas empresas veio do Sudeste, com mais da metade do total de companhias criadas em outubro, 95,3 mil. Em segundo lugar aparece a região Sul, com a abertura de 32,1 mil companhias, 17,7% do total, seguido pelo Nordeste, com 16,8% e 30,5 mil novas empresas. A região Centro-Oeste teve 15,3 mil novas empresas, 8,5% do total. A Região Norte apareceu na última posição do ranking, com 8,2 mil empresas criadas, 4,6% do total.
Entre os estados brasileiros a liderança ficou com São Paulo, que respondeu por 28,3% do total em outubro, o equivalente a pouco mais de 51,4 mil novas empresas, seguido pelo Rio de Janeiro, com 19,7 mil empresas, 10,9% do total, e Minas Gerais, com 19,7 mil empresas, 10,9% do total.
Fonte:br.financas.yahoo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *